A conta de luz não está fácil

A conta de luz não está fácil

Se você vive em alguma região brasileira servida por uma prestadora de serviços de energia, fique atento!
Mais aumentos absurdos vêm por aí!.
O que traz esta alta absurda?
Mais uma crise hídrica, que traz consigo uma crise energética e um governo incompetente que não vê a autodestruição.
Pior que isso, prefere perder tempo promovendo a ignorância, até que todos estejamos inadimplentes!
Junte a isso empresas privadas, cuja ganância os faz aumentar tarifas e não usar isso para pesquisar novos modelos de geração de energia.
Também temos uma inflação que o governo não reconhece, porque isso seria admitir a incompetência.

Se nós podemos (e devemos) tentar fazer com que as tarifas baixem?

Certamente podemos economizar, mesmo que isso faça-nos sentir um bando de idiotas.
Tarifas amarelas, verdes, vermelhas, que não são causadas por nós, mas pelo uso indevido das fontes hídricas não são mais admissíveis.
Especialistas de todo o mundo já disseram o que acontece se destruirmos a natureza: falta de chuvas nas cabeceiras de rios, provoca seca dos mananciais.
Mas isso leva tempo e trabalho.
De novo é preciso  uma economia básica, e criar vergonha na cara para não deixar isso acontecer de novo!

Siga algumas dessas dicas (ou todas), e veja se consegue baixar seu consumo.

* Quando sair em viagem longa, desligue a chave geral da casa, não sem antes esvaziar geladeira e freezer;
* Dê preferência às lâmpadas econômicas ou de LED em sua residência, especialmente em locais que fiquem com as luzes acesas mais de quatro horas por dia.
Além de consumir menos energia, essas lâmpadas duram 10 vezes mais;

* Evite acender lâmpadas durante o dia. Use melhor a luz do sol, abrindo bem as janelas, cortinas e persianas; 

* Apague as lâmpadas dos ambientes desocupados;

* Use iluminação dirigida para leitura e trabalhos manuais, para ter mais conforto e economia;

* Teto e paredes com cores claras, que refletem melhor a luz, diminuem a necessidade de iluminação artificial;

* Habitue-se a juntar a maior quantidade possível de roupas e passá-las todas de uma só vez;

Porque as pessoas cobrem a frente da casa? Isso tira a luz natural

* Não coloque geladeiras e freezers próximas do fogão ou de lugares quentes. Deixe um espaço mínimo de 15 cm dos lados, acima e no fundo, no caso de instalação entre armários e paredes;

* Evite abrir a porta de geladeiras e freezers sem necessidade ou por tempo prolongado;

* Não guarde alimentos e líquidos ainda quentes na geladeira ou freezer e não forre as prateleiras da geladeira com vidros ou plásticos, pois isto dificulta a circulação interna do ar;

* Faça o degelo periodicamente, conforme as instruções do manual;

* Regule o termostato: no inverno, a temperatura interna do refrigerador não precisa ser tão baixa quanto no verão;

* Conserve limpas as serpentinas que se encontram na parte de trás do aparelho, e não as utilize para secar panos, roupas etc.;

 

Você sabia que parte do que você paga na conta deveria ser para pesquisa de geração de energia?

* Desligue a TV quando ninguém estiver assistindo e evite dormir com a televisão ligada. Se possível, evite até mesmo deixar aparelhos no “stand by”;

* Tire aparelhos da tomada quando não estiverem em uso. Seu micro-ondas não precisa ficar ligado o tempo todo só pra ver o relógio;

* Lave, de uma só vez, a quantidade máxima de roupa indicada pelo fabricante e use a dose certa de sabão especificada no manual, para evitar repetir operações de enxágue;

* Regule seu chuveiro conforme a estação do ano;

* Comece a cobrar do seu prestador de serviço novas formas de energia, que sejam mais econômicas e desgastem menos a natureza.

,