A sopa de ervilha para lembrar meus avós

A sopa de ervilha para lembrar meus avós

Comecei o dia lembrando do aniversário de alguém que perdi, o que sempre me deixa um pouco sentimental.  
Outra coisa me veio à mente: hoje é dia de Sant’Anna e São Joaquim, e, portanto, dia dos avós.
Aí fiquei pensando que queria falar um pouco deles e das lembranças poucas que ainda tenho dos meus avós maternos, que perdi ainda criança. Os paternos nem cheguei a conhecer.
Meu avô Pascoal e os brinquedos que criava, ou quando ele ia em casa, lá na vila Moraes, para colher a primeira goiaba da estação. Certa vez colhemos antes dele só pra ver o que acontecia. Bichou tudo! Lembro da casa no Tatuapé, onde passávamos grandes ocasiões. As bodas de ouro… o adeus.
Da minha avó Bianca, lembro de ver passando roupa enquanto fumava feito uma chaminé. Das broncas que dava quando íamos mal na escola; das aulas de francês; do vinho barato misturado com água e açúcar que bebíamos quando criança; mas lembro muito dessa sopa de ervilha, que ela cozinhava por horas, já que, para minha avó, “panela de pressão não era confiável”.

Me desculpe vovó, mas prefiro usar a pressão, e tenho certeza de que vai ficar bem parecida com a sua.

Mas gostaria de avisar que essa é uma sopa para dias frios. Ela é daquelas sopas que sustentam e aquecem corpo e alma.

Ingredientes

500 g de ervilha
Dois paios
Duas linguiças calabresas
200 g de bacon
500 ml de água
Alho e azeite

Preparo

Coloque um fio de azeite no fundo de uma panela de pressão doure o alho e misture o bacon, o paio e as linguiças e refogue bem.
Vai fazer óleo da fritura, tire antes de prosseguir com a receita.
Em seguida coloque as ervilhas o caldo de bacon e cubra com a água.
Deixe na panela de pressão por 20 minutos, desligue e deixe acabar a pressão.
Abra a panela e mexa bem para desgrudar do fundo. 
Volte à pressão por mais 20 minutos. Sirva quente!
Obs.:  Além de tirar o excesso de óleo, que não faz bem a ninguém, não recomendo o uso de sal, porque as linguiças e bacon já fazem o serviço de salgar a sopa. Ela fica cremosa e deliciosa!

 

,