Abaixo a imperfeição na língua Portuguesa!

Abaixo a imperfeição na língua Portuguesa!

Hoje estava sem assunto, e comecei a ver as redes, olhar as postagens dos grupos que eu sigo no Facebook e me deparei com tantos erros de português que tive vontade de entregar a alma.

Parece bobagem, mas não é. Veja bem, eu não sou perfeita, nem quero ser, mas a pessoa chega no século XXI, tem inscrição em tudo quanto é rede social; dá opinião sobre tudo; só fala bobagem e espalha boatos e maledicências… E NÃO SABE ESCREVER NA PRÓPRIA LÍNGUA?

Claro que sempre tem os comentários de alguém fazendo uma correção, seguidos de comentários defendendo a pessoa coitadinha, que não estudou, que não teve a mesma oportunidade.

Meu primeiro pensamento é sempre o quanto tem gente que defende isso, mas que acredita em “meritocracia”. Pois é gente, muitas pessoas não têm as mesmas chances, e se a gente justifica o português errado, porque não a vida que não deu certo?

Bem! Não é disso que eu vim falar, mas sim de gente que escreve errado e dá palpite errado, porque NÃO TEM BASE! Ah, para quem não sabe, quando escrevo em maiúsculas é porque estou gritando!

E vamos a algumas coisas que leio e PRECISO que as pessoas comecem a corrigir.

“MIM” não conjuga verbo, portanto não pode falar “PARA MIM FAZER”. Eu faço, tu fazes, ele faz! “Mim” não faz nada!

E já que estamos na confusão do Mim, o correto é ME ENSINA e não MIM ENSINA.

COM CERTEZA e DE REPENTE se escreve separado.

UMA GRAMA é um pedaço de mato. UM GRAMA é a medida de peso. É no masculino e vem de quilograma. Ah sim! QUILO se escreve com QU e não com K.

MAS e MAIS são duas coisas diferentes, sendo que o segundo tem a ver com soma. Um exemplo?

Fulano foi ao bar, MAS estava fechado.

Sicrano foi ao bar comprar MAIS cerveja.

Entenderam a diferença?

MAU é um adjetivo que se opõe a BOM.

MAL, com l no final, se opõe a BEM.

Não vou me estender, mas apenas dar mais uns toques, um deles é que verbos no infinitivo têm R no final. E estou precisando muito ouvir verbos conjugados sem a mania do “EU VOU ESTAR FAZENDO”. O correto é EU FAREI.

Nem entrarei aqui na questão do acento grave, ou “crase”, que só acontece quando houver a preposição A, mais o artigo A. Difícil? Não!!! É só entender que não ocorre CRASE diante de verbos ou de palavras masculinas.

Finalizando

Para não me estender: se você está escrevendo sobre alguma coisa, não importa onde, tenha a certeza de que as palavras estão escritas corretamente. Não tem um dicionário? Procure na internet. O Google não existe só pra procurar bobagem e fofoca.

Ah!! Se você está na internet, há coisas escritas com mais correição. O tiozinho que escreve tudo errado não pode opinar sobre assunto não estudado.

Lembrei de uma loja perto de casa, dessas que vendiam todo o tipo de tranqueira para a casa, e cujo dono pagou muito caro para colocar uma placa na frente, que dizia: “mais de 5000 ÍTÊNS”… Onde está o erro? Ele colocou dois acentos em uma palavra que não tem nenhum.

Como eu disse em princípio, não sou perfeita, mas tento me corrigir. E ainda creio que a melhor maneira de continuar o aprendizado é a leitura constante. Você pode não ter ido a uma escola tradicional, mas há meios de melhorar seu aprendizado, e se você tem acesso à internet, está ao alcance de sua mão.

,