Bem-estar no trabalho

Bem-estar no trabalho

Investir no ambiente laboral faz toda a diferença

Este é um artigo que escrevi antes da pandemia.

Temos novos parâmetros a serem medidos agora e que precisamos levar em consideração.

Trabalho remoto, ou no escritório. Trabalho híbrido. Meios de locomoção entre a casa e o escritório.

Enfim, temos novos dados que precisam ser estudados.

Mas, vamos por partes.

Não importa o sexo do profissional; se é da área X ou Y em seu campo de atuação, uma regra vale para todos: toda pessoa precisa de motivação para trabalhar bem.

Essa motivação pode ser um bom salário, planos de carreira e benefícios, bons relacionamentos no trabalho etc.

As pessoas precisam se sentir bem em seu ambiente de trabalho

Não vou discutir aqui sobre os problemas que nossos políticos estão criando com relação a todas as conquistas trabalhistas.

Mesmo que eu queira destacar que estão pisoteando leis que funcionam bem há décadas.

Se isso ainda não está claro, cada vez mais estamos sendo jogados na lixeira.

Mas, voltando ao bem-estar profissional, o desafio sempre foi grande e agora com a pandemia é maior.

A necessidade de pagar as contas e manter a família não é o bastante.

Precisamos garantir o respeito e a dignidade.

Precisamos viver e não apenas sobreviver.

O ambiente onde se trabalha é um fator determinante para o bem-estar e a produtividade profissional.

Mantenha funcionários motivados, são eles que consomem os produtos que vocês fabricam

Especialistas em design para escritórios levam em conta os mais diversos fatores, como ergonomia, por exemplo.

Esses designers afirmam que a insatisfação profissional pode estar ligada a um ambiente desmotivador.

Equipamentos ultrapassados, decoração feia, mobiliário desconfortável etc. afetam diretamente a produtividade, a saúde e os relacionamentos dentro da empresa.

De acordo com pesquisas realizadas junto a gestores de RH, manter um ambiente físico agradável é essencial.

Por isso, oferecer condições de trabalho condizentes com as atividades dos profissionais deve ser uma prioridade.

E nestes tempos, que ainda não são pós-pandemia, ter locais onde seus funcionários se sintam seguros pode ser a chave de ouro.

Não vale a pena economizar na construção da sede da empresa, se o resultado for um monte de profissionais desmotivados e improdutivos, não é mesmo?

Os avanços da tecnologia baratearam os computadores, celulares e eletrônicos em geral.

Isso facilita a manutenção dos equipamentos ou a troca por modelos mais eficientes.

Já um funcionário desmotivado sai mais caro para a empresa do que uma impressora nova, principalmente se a empresa investiu em treinamento e preparação.

Ambientes de trabalho precisam ser agradáveis para quem permanece neles o dia todo

A decoração e o ambiente são boas ideias e manter limpeza e segurança dos seus funcionários também.

Os denominadores comuns são que o ambiente deve ser limpo, arejado e bem iluminado.

Melhor ainda se for climatizado e garantir que está livre de vírus.

Tudo o que a empresa puder fazer para aumentar a motivação, tornando o ambiente mais sadio e confortável, é válido.

Não existe padrão (certo ou errado) para a distribuição de computadores e móveis.

Isso pode seguir a identidade visual da empresa, mas deve ser feito de modo a respeitar a ergonomia.

A armazenagem correta dos materiais utilizados e a disponibilidade de gavetas e armários favorecem a rotina diária e a organização.

Consequentemente, também gera mais bem-estar.

O primeiro passo é encontrar o lugar ideal para instalar a empresa e colocar em prática essas ideias.

Lembre-se que suas instalações têm de ser acessíveis aos seus funcionários.

Pense que parte do tempo deles está no deslocamento entra a casa e o trabalho.

E isso pode causar muito estresse, especialmente nesses tempos que ainda temos corona vírus.

Pensando mais no bem-estar dos funcionários, a produtividade será responsiva, e os lucros também.