Brownie cemitério para halloween

Brownie cemitério para halloween

Para quem ainda não se tocou, está chegando o período das festas, começando por uma que não tem nada de brasileira, mas que se tornou mania entre nossas crianças e adolescentes: o Halloween.  
Primeiramente, para que as pessoas não encham a paciência, 99% das festas populares brasileiras são importadas.
Ou vocês acham que natal e Carnaval nasceram em Osasco?
Aliás, não vou falar sobre a festa, até porque eu fiz isso há um ano (veja aqui).
Então passarei uma receita para um bolo bem legal.
É um brownie cemitério que vai enfeitar a festa e fazer a alegria de adultos e crianças.
Escolhi esse brownie bem macio para dar aquela ideia de cemitério e túmulos revolvidos e antigos.
Você vai precisar de um saco de confeiteiro ou uma daquelas seringas de pastelaria para ajudar na decoração, que é simples e pode até ser feita pelas crianças.

Ingredientes

Para o brownie:

Três ovos

80 g de açúcar mascavo

50 g de farinha de trigo

150 g de chocolate amargo

150 g de manteiga

Para a decoração:

60 g de bolachas Oreo

6 a 8 bolachas maisena

20 g de chocolate

Balas Finis (aquelas que parecem minhocas)

Preparação

Numa tigela, misture os ovos e o açúcar, em seguida a farinha.

Derreta o chocolate com a manteiga e junte a mistura anterior, mexendo até incorporar.

Despeje a massa na forma untada e leve ao forno por 20 minutos a 180°C.

Derreta 20 g de chocolate e coloque-o no saco confeiteiro.
Escreva palavras como “RIP” (Rest in Peace*) ou desenhe cruzes nas bolachas maisena.
Você poderá quebrar as pontas das bolachas para dar um efeito dilapidado.  
Com a ajuda de uma faca, faça cortes no bolo, apenas para colocar e deixar as bolachas decoradas e em pé (veja foto).  
Triture os Oreos para um efeito “terra de cemitério” e polvilhe o brownie.
Use as balas como se fossem cobras de cemitério.

Obs.: é uma festa legal o Halloween.

E o bolo pode ser decorado de várias maneiras.Eu passei uma delas, mas há outras.

Você pode comprar decorações prontas, mas acho mais legal fazer a gente mesmo.

 

, ,