Estou com pressa, muita pressa

Estou com pressa, muita pressa

Dia com muito a fazer e pouco tempo

Sabe aquele dia em que você tem um milhão de tarefas e o tempo, que se arrasta algumas vezes, resolve acelerar só pra atrapalhar? É hoje!
Coisas a resolver, artigos a escrever e aqueles amigos que você não vê há tempos para visitar. Vamos lá. Correr um pouco e tentar ao menos postar algo de útil no blog.
Para ajudar, hoje acordei sem energia elétrica, ou seja: banho frio, café de coador e pão torrado na frigideira. Não consigo dar um reboot na minha cabeça, e para ajudar, as pessoas resolvem passar pela rua com um som tão alto qu7e ouço as janelas (deles e minhas) trepidarem. 
Essa invasão do meu espaço aéreo já está cansativa. Mas fica pior quando alguém, para tentar te consolar diz: “mas não é só aqui. É em todo lugar”. De que me serve essa afirmação? Porque alguém acha que me consola saber que essa falta de noção e de respeito pelos direitos alheios está em toda parte? Isso só me deixa pior!
Porque alguém acha que consola saber que a situação econômica está piorando? Que eu não encontro emprego porque a onda de desemprego está gigante? Que as esperanças estão morrendo porque a humanidade não evolui e vemos maldade em todas as partes? Só para dizer que minha situação é melhor que alguém que tem de viver na guerra, na rua, com fome, doente?
Não me consola. Me entristece saber que no terceiro milênio desta era ainda estamos com problemas desse tipo. Porque faço parte da espécie humana, e se eu levar as coisas em consideração, não tenho motivo para me orgulhar nem disso.
Mas, como sempre, vou me levantar e tentar lutar mais um dia para melhorar. E vou ter fé que vai melhorar. Porque isso também faz parte de mim.Mas não demore muito, porque estou com pressa.