Hoje acordei desanimada

Hoje acordei desanimada

Estou escrevendo um post mais por obrigação do que por vontade.
E explico: estou desanimada! Triste com tudo mesmo.
É como se nada do que planto vá brotar algum dia.
Um pouco é culpa do calor, mas nem tudo.
Vai ter gente à beça falando que eu preciso rezar mantras e tudo o mais, mas não consigo ver a resposta para minhas preces.
Me sinto sozinha como um Quixote lutando contra moinhos de vento.
Estava fazendo um balanço das coisas realizadas este ano e o resultado foi quase igual a zero.
Financeiramente, profissionalmente… zero.
Nem posso reclamar com os amigos, pois todos estão cheios de problemas iguais ou maiores que os meus, e está um parto para marcar até um café na esquina.
Mas voltemos a hoje, especificamente.
Acordei e fiz uma porção de coisas caseiras, o que, antigamente, costumava me animar.
Mas hoje não. Não consegui nem arrumar um tema para este blog.
E só agora me sentei para escrever. E nem sei o que vai dar.
Espero caros leitores que a vida de vocês esteja indo a algum lugar, porque a minha está parecendo um cão correndo atrás do rabo.
Mas vamos lá… amanhã é outro dia.