Horta na escola, plantando desde cedo

Horta na escola, plantando desde cedo

Podemos ensinar muitas coisas fazendo uma horta com as crianças

Não preciso explicar a ninguém que sou fã de plantas. Gosto de árvores, flores, e de cultivo de verduras, legumes e frutas.
Além de ser um hábito relaxante, há muito que se aprender cultivando hortas, jardins e pomares.
Por isso gosto de ver escolas municipais e estaduais usarem aquele espaço largado, onde só tem lixo e bagulho, para fazer um tipo de horta muito legal:

A horta educativa.

Um projeto de horta na escola pode dar chance de ensinar muitas coisas para as crianças.
Elas aprendem sobre hábitos saudáveis ​​e economia sustentável;

E ainda utilizam o que elas cultivam para se alimentar na hora da merenda.

Tive a experiência de ver crianças que não comiam verduras e legumes passarem a se alimentar com hortaliças, frutas e legumes.
Os pequenos aprenderam a plantar, cultivar, colher e também preparar alimentos nutritivos como parte da educação.
E muitos deles se tornaram mais independentes, sem ficar o tempo todo esperando que os pais preparassem alguma refeição.
Outra coisa bacana de uma horta é usar esse cultivo, que não deixa de ser uma horta comunitária e orgânica, para ensinar conceitos de biologia, física ou matemática, com exemplos práticos e divertidos.
Uma horta na escola é como um laboratório vivo.
Não há lugar melhor do que uma horta para explicar de forma prática a fotossíntese.
Com a prática, os alunos entendem melhor a teoria aprendida em sala de aula.
Muitas matérias podem ser explicadas na escola com o auxílio de uma horta.
A matemática pode ser um exemplo, como a divisão dos canteiros, o tempo de crescimento de cada tipo de vegetal, por exemplo.
Além disso, a finalidade da horta na escola é ser o ponto de partida para uma verdadeira educação ambiental.

As crianças são preparadas para compreender as inter-relações de seres humanos com a natureza e com eles mesmos.

Com o trabalho da horta educativa, os alunos tornam-se mais conscientes sobre sua alimentação e saúde.
Comer o que elas mesmas cuidaram faz apreciar mais a comida saudável.
Com a adoção de hábitos saudáveis, as crianças e suas famílias e comunidade levarão uma experiência valiosa para vida:

A saúde humana está ligada a uma alimentação saudável e rica em vegetais.

Não fosse o que já mencionei  um bom motivo para cultivar hortas, elas servem para conhecer e compreender os aspectos básicos do funcionamento do próprio corpo.
Com a prática do cultivo se avalia o benefício de hábitos como o exercício físico, a higiene e uma dieta equilibrada.
Motivando as crianças a cuidar de seu canteiro e administrá-lo para que as hortaliças cresçam e estejam apropriadas para o consumo.
Essa experiência reforça as qualidades de organização, planejamento, responsabilidade e o processo de promoção da saúde através da alimentação saudável.
Que tal sugerir na escola do seu filho o plantio de uma horta?
Pode ajudar muitas crianças a conhecer melhor e respeitar o trabalho de muita gente que, literalmente, coloca comida nas nossas mesas todos os dias!

 

 
,