Inspiração, por onde andas?

Inspiração, por onde andas?

Não é falta de assunto, é vontade que tudo mude

Hoje estava caminhando, antes de fazer a feira, e desejando profundamente que o outono realmente tivesse chegado.
Não apenas como uma data, mas como um esfriamento desse sol estúpido que faz por aqui.
Fiquei olhando todos os temas, receitas e dicas separados para escrever, e nada me atraiu a atenção.

Queria algo diferente.

Olho pela janela e minha paisagem, que já não é lá essas coisas, ficou mais feia.
Um tonto sem noção podou as árvores, já escassas, de uma fábrica em frente.
Detonou as coitadas.
Vou rezar para que se recuperem, porque aqui a supressão vegetal passou dos limites.
E no meio de todas as coisas que já publiquei, sobre ter mais árvores nas cidades para termos chuvas mais regulares novamente.
Ou sobre lutar para ter um mundo melhor não só para nossos filhos e netos, mas para nós mesmos.
Lembrei que hoje é o dia D.

A Hora do Planeta começa daqui a pouco, às 20h30 do dia 24 de Março.

Então vou escrever rapidinho, porque daqui a pouco vou desligar luzes etc.
Vou rezar para a gangue da oficina ao lado ir embora e encher o saco das famílias deles.
Porque ninguém merece ficar no escuro ouvindo funk ruim e sertanejo pior ainda.
Vou apagar as luzes e tentar meditar sobre como eu quero um mundo melhor. 
E antes que alguém me acuse de não deixar meus vizinhos ouvirem o que eles querem, eu deixo.

Só creio que eu tenho o direito de NÃO ouvir.

E aguenta o calor porque chuva não veio!