Medite sobre o que realmente importa

Medite sobre o que realmente importa

Estou há uns dias sem atualizar o blog e, confesso, me sinto um pouco culpada. Por um lado o trabalho anda me consumindo muito tempo. Tempo além do “horário regulamentar”. Por outro, andei bem doente, com uma gripe danada e direito a passar no pronto-socorro com uma infecção gigante.

Mas não estou aqui para falar nisso e sim aproveitar o espaço para agradecer. Esta semana foi meu aniversário, o que me faz pensar sobre as coisas que realmente importam na vida, como família, amigos e pessoas que nos fazem bem.

Começando bem distante, nasci no dia do aniversário do meu pai, e ele escolheu esse dia para morrer também, de repente. Na ocasião eu tinha apenas 17 anos e meu pai teve um enfarte enquanto convalescia de um pé quebrado, em casa. Estávamos só eu, ele, e o meu Dé. Triste e, na ocasião, meio desesperador. Mas não é esse o ponto que quero levantar aqui. Foi nesse momento que eu percebi a força que se consegue quando temos amigos e família. Porque literalmente todo mundo foi dar um apoio.

E tem sido assim por toda a minha vida. Só posso agradecer. Nos momentos mais difíceis sempre tive alguém ali por mim. Amigos que me consolaram, que me ouviram, que me apoiaram das mais diversas formas para que eu não caísse.

Neste aniversário lembrei-me disso mais que em qualquer tempo. Mais uma chance me foi dada e estou aproveitando, acreditem.  Um novo alento. Mas isso só me fez lembrar o quanto tenho a agradecer.

Tenho família e amigos que me apoiam. Tenho trabalho para me sustentar. Tenho minhas plantas para embelezar a vida. Minhas pernas para andar. Meus olhos para ver e minha mente para meditar. Obrigada a todos que fazem minha vida valer a pena!