Minha mãe ensinou que não se ganha nada sem trabalhar

Minha mãe ensinou que não se ganha nada sem trabalhar

Eu podia estar roubando, mas estou aqui blogando

Hoje é um dia especial, porque se minha mãe estivesse neste plano ela faria aniversário.
Sinto falta dela todos os dias. Lembro-me dos cheiros de comida, do trabalho, das broncas e de cada ensinamento.
Lembro de cada vez que ela precisou ir para o hospital por conta dos problemas renais, e de tantas injustiças que ela passou.
Mas o que mais lembro é da força, que eu não sei de onde ela tirava, para enfrentar tudo de novo.
Minha mãe morreu cedo.
Tinha apenas 52 anos… alguns a menos do que eu tenho agora.
Mas creio que tinha que ser assim.

Confesso que não entendo muito certos “planos de Deus”, mas isso é só minha saudade falando.

Mas hoje, só hoje, quero me lembrar dela como se ela ainda estivesse aqui.
Fazendo uma sopa de feijão com fritada de batatas.
Dando risada de algum programa engraçado da TV.
Me dizendo que eu “preciso ler Orgulho e Preconceito!” ou qualquer outro livro que ela achou fantástico.
Lembrar tudo de bom que foi minha mãe.
Hoje quero que cada leitor veja este artigo como uma prece e que cada um diga para si: Deus proteja todas as mães!
Estou pedindo a ele para proteger a minha e todas as outras, porque ser mãe é a profissão mais difícil de todo o universo.