No Dia de São Francisco

No Dia de São Francisco

 

Hoje é o dia do santo que mais se aproximou do ideal de paz e de amor pregado (em palavras) pelas religiões.
São Francisco, que amava e falava com os animais; que tratava pedras, árvores, rios, sol e lua, enfim, tudo como criaturas.
Quero aproveitar esse dia para postar algo que fale de paz, já que o Deus em que eu acredito não desceu a essa terra para dizer que nos matemos uns aos outros.
Jesus disse claramente para que nos amemos uns aos outros.
Difícil? Sim.

Mas poderíamos começar em patamar mais baixo, respeitando ao próximo.

Quero aproveitar o jeitão de São Francisco e fazer com que voltemos a tempos mais simples.
Tempos em que olhávamos mais nos olhos uns dos outros ao invés de olhar para uma tela de TV ou celular.
Quero chamar a atenção para essa mania feia de jogar lixo no chão.
Acabei de ver uma pessoa sair com um copo de café de um bar, e ao invés de jogar na lixeira, jogou na rua.
Quem ensinou que isso está certo?
Essa pessoa acredita que a cidade vai “absorver” o lixo que ela joga?
Quero pedir que a água seja limpa;
E que todo mundo tenha casa e comida;
Precisamos de saúde e saneamento;
Por mais escolas que nos ensinem a pensar e a sermos cidadãos, já que muitos falharam como pais;
Que as crianças e os animais sejam livres, as árvores floresçam e frutifiquem; que a fome acabe.
No dia de São Francisco, tudo que desejo são as bênçãos para todos aqueles que lutam por um mundo melhor, e não por interesses que destroem a tudo e todos.

No dia de São Francisco eu quero paz.

Dedico esse post ao amigo Roberto Klimas Bajorinas, que faz aniversário hoje!

 

,