Sim! Nós comemos muito açúcar

Sim! Nós comemos muito açúcar

Há mais açúcar escondido nos alimentos do que podemos sonhar

Já é fato conhecido que o excesso de açúcar circulando dentro de nossos corpos não é bom, como, aliás, nenhum excesso é.
Comer demais, beber demais, salgar demais a comida e por aí vai.
Recentemente, a Organização Mundial de Saúde publicou estudo afirmando que a quantidade máxima de açúcar recomendada para adultos e crianças é de 25 g por dia (cerca de duas colheres de sopa rasas).
Isso corresponde a 10% de todas as calorias que devem ser ingeridas em um dia.

Uma lata de Coca Cola (330 ml) contém 35 g de açúcar

Aí o ser fala consigo mesmo: “Ufa! Estou salvo! Só ponho açúcar no café da manhã”.
Porém não se dá conta que até em alimentos chamados ‘salgados’, há uma quantidade de açúcar que só é percebida lendo com muita atenção os rótulos e embalagens.
E não falo da quantidade de calorias totais por porção, que nunca está próxima do que realmente consumimos.
Por exemplo: a carne que compramos no açougue já vem de fábrica com um produto embutido, um tipo de amaciante.
Este subproduto é feito à base de glutamato monossódico (Ajinomoto para os íntimos), que é um sal feito a partir de cana de açúcar, que tem?
Acertou! Tem Açúcar!

Cuidado com os rótulos, pois as informações nutricionais não são claras

Esse é um grande problema.
Nem todos os fabricantes de produtos divulgam a quantidade real de açúcar que existe nos produtos.
Na verdade eles podem utilizar outro nome para tentar mascarar a parcela da substância. 
E, mais assustador, é a presença do açúcar em produtos destinados a dietas especiais, como alguns cookies de cacau sem glúten.
Alguns contêm em sua receita 31% de açúcares. Ou seja, celíacos! Vocês estão a salvo! Mas não muito.

Use açúcar mascavo para adoçar. É mais natural

Portanto, antes de sair por aí para fazer suas compras, pense em identificar os açúcares.
Se você está preocupado com a ingestão de açúcar, perca um pouco mais de tempo e olhe os rótulos dos produtos para identificar os açúcares.
Aproveite e dê uma olhada nas taxas de sódio também, porque o excesso disso pode causar problemas vasculares e renais.

50 g de disquetes M&M contêm 33,4 g de açúcar

Finalizando, não vou fazer uma lista de produtos e suas quantidades de açúcar.
Entretanto vou comentar alguns que consumimos sem nem nos dar conta e que sobrecarregam nossos órgãos.
E saibam: para gastar tudo, teríamos que fazer atividade física praticamente o dia todo.
Por exemplo: você sabe que um vidro de molho shoyo (molho de soja) tem 52% de açúcar em sua fórmula?  
Sabia que aquela caixinha de suco que você manda na lancheira do seu filho (330 ml) contêm 34 g de açúcares.
Ou seja, só um suco já ultrapassa a quantidade diária recomendada.
Portanto, veja bem como se alimenta e pense que até aquele macarrão inocente que você está almoçando tem alguma quantidade de açúcar.