Sujeira, contágio, vírus, bactérias e outros papos

Boa tarde amigos que me leem. Esse post me veio à mente enquanto fazia minha caminhada solitária entre as fronteiras de Diadema e São Bernardo. Digo solitária porque eu não interajo com outros seres de duas ou quatro patas, apenas com as árvores e meus fones de ouvido.

Ou seja: NADA DE CONTATO COM OBJETOS OU PESSOAS A NÃO SER O CHÃO QUE MEU TÊNIS PISA E O AR!

Eu quis deixar isso bem claro para não ter ninguém buzinando na minha orelha que estou desobedecendo a ordem de isolamento. Mesmo quando caminho estou isolada e quando chego minhas roupas e calçados vão direto para lavanderia etc.

Exagero? Não! Porque hoje, ao caminhar, percebi uma quantidade ENORME de cocô de cachorro pela rua. Como não vejo cachorros vira-latas no caminho, deduzo que? Para variar os donos de animaizinhos não estão coletando as fezes de seus animais, e os poucos que estão recolhendo deixam seus saquinhos pelas ruas.

Oi pessoal, não é porque a população está enfurnada dentro de casa para não interagir e não se infectar que isso dá o direito de emporcalhar tudo! Vamos fazer a campanha: RECOLHA O COCÔ DO SEU BICHINHO E COLOQUE NA LIXEIRA! Ninguém merece ter de viver com a nojeira alheia.

Vou aproveitar e fazer um aparte só para dar parabéns e agradecer!

Pessoal da coleta de lixo e da varrição de rua: muito obrigada por vocês estarem nas ruas se arriscando para que a situação não fique pior. Vírus e bactérias nascem no meio da sujeira que vocês tiram das nossas ruas e quase nunca agradecemos esse trabalho difícil!

Continuando com a campanha para manter nossas ruas limpas, queria saber se há alguma árvore de copinhos de plástico ou sacolinhas de compras, porque nunca vi tantas dessas coisas largadas ao vento. Só Deus sabe por quais mãos passaram, e claro, elas vão acabar nos bueiros, nas coletas de águas da chuva, que vão parar nos rios e nas represas, e … bem, vocês entenderam, não é? Isso não causa só enchente, mas polui uma água que nós bebemos!

Finalmente, esta última vai quase exclusivamente para os seres do sexo masculino, já que nunca vi mulher fazer isso… Será que é muito difícil assoar nariz em lenço de papel e jogar na lixeira? O cuspir seu catarro no lenço etc.? Sei que vocês vão ficar indignados, mas NINGUÉM É OBRIGADO A PISAR NAS SUAS CACAS!

Sabem, vírus, bactérias e outras tranqueiras que causam doenças e que viram epidemias nascem de coisas que alguns acham normais, mas não são!! Lugar de sujeira é na lixeira, não na sola do meu sapato que vai entrar na minha casa.

Vamos aproveitar essa quarentena e aprender, ou reaprender algumas regras de asseio? Porque se a coisa continuar assim, não vai bastar lavar mãos; higienizar objetos; desinfetar a casa. Precisamos voltar a ter bons hábitos.

Deixe seu Comentário Respeitoso

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *