To Blog or not to blog?

To Blog or not to blog?

Quando resolvi voltar a escrever um blog, muitas coisas me passaram pela cabeça. Normalmente um blog tem um tema, ou ao menos uma diretiva. E, após muita confabulação com o amigo que me incentivou a voltar, resolvemos que o melhor seria mesmo falar sobre experiências próprias das pessoas que passaram para a fase conhecida como “maturidade”.
Não que todos os posts vão falar especificamente tudo sobre isso, mas seria um blog para compartilhar minhas próprias experiências, dar algumas dicas de coisas que funcionaram para mim, usar o que conheço, bem como, procurar novos conhecimentos, pois a jornalista que há em mim quer sempre aprender coisas novas.

 

Algumas razões para ter um blog

De repente li um comentário que dizia algo como “é meio autoajuda”, e gelei! Porque não é autoajuda. Posso dar umas dicas, dizer sobre coisas (alimentos, caminhadas, meditação) que são bons para mim, mas não posso e não quero dizer para as pessoas o que devem fazer da própria vida, pois, questionadora como sou, só quero que as pessoas questionem tudo antes de experimentar.
Portanto leitor (a), se você está me lendo em busca de solução para a sua vida, pare já! Não há fórmula feita para viver, ser feliz e bem-sucedido. Tudo na vida dá trabalho.
Mas, se você quiser aprender, ou reaprender algumas coisas que podem facilitar um pouco as tarefas cotidianas, este é o seu lugar.

 

A experiência continua pelo resto da vida

Tudo o que vou escrever e postar são coisas pesquisadas e experimentadas por mim, e não têm de ser necessariamente para você.Ou seja, mesmo que eu diga que caminhar faz um bem danado, você não é obrigado (a) a fazer o mesmo. Se eu disser que beber água é bom, não significa que você tenha que largar o suco de caixinha que lhe faz feliz.
Questione tudo! Experimente antes de fazer! Quero, com este blog, se possível, fazer as pessoas pensarem a respeito de tudo o que elas ouvem e tomam como verdadeiro, porque é mais cômodo. Nunca mais faça isso. O comodismo nos leva a situações muito desagradáveis. Use seus dias daqui para a frente para questionar tudo.
E eu vou continuar a dar dicas daquilo que eu experimentei.

 

,