Está chegando o Natal

Está chegando o Natal

Que venha Noel, porque eu estou triste

Essa é uma época do ano em que me divido entre a alegria das festas e a melancolia de lembrar tempos mais simples e felizes.
Quando era menina ainda, essa era a época de visitar a casa dos meus avós, Bianca e Paschoal, na Reynaldo Cajado, 17, Tatuapé.
Pegávamos o ônibus para o Parque D. Pedro II, e de lá baldeávamos para outra linha que entrava pela Avenida Celso Garcia, e descíamos em frente da antiga Febem.
Naqueles tempos as estações do ano eram bem mais definidas, e nesta época, sempre chovia no final da tarde.
Isso significava ficar preso por algum tempo nos alagados do Sacomã, que SEMPRE enchia.
Mas era divertido, porque estávamos indo pra casa da “vó”, era Natal, e o vovô sempre tinha algum brinquedo novo pra gente.

Tempos mais simples

Não eram coisas caras, nem tecnologias tão modernas que nos prendiam.
Eram brinquedos que usávamos para farrear com os primos, com os amigos.
Sei lá…  Eram tempos mais simples, mas a gente brincava, se esfolava, montava e desmontava tudo, mas aprendemos com isso e sobrevivemos.
E eu comecei este artigo para falar da casa da Reynaldo Cajado, que marcou minha infância e parte da adolescência.
Hoje, vendo uma postagem com fotos do Tatuapé, resolvi dar uma checada no street view do Google.
A casa ainda está lá, na esquina da Reynaldo Cajado com a Celso Garcia.
Deteriorada; cheia de pichações.
Muitas outras casas vizinhas (mais bem conservadas) também estão.
Mas minha família não está mais.
Que as novas gerações construam suas tradições.
Porque nossas se deterioraram com a casa.
,

2 respostas para “Está chegando o Natal”

  1. Sempre eh tempo de fundar novas tradicoes, querida…meus pais morreram, meu casamento acabou, nao tive filhos…mas fico feliz com os amigos q tenho hoje! Alguns sao verdadeiros irmaos! Abra espaco para gente nova…eh dificil, eu sei, mas entee 6 bi…tem uma 1/2 dz q serve! Kkk

  2. Eu nasci e cresci nessa região, ainda tenho a sorte e felicidade de ir até lá visitar minha família. Cada visita uma recordação que vou guardar pra sempre.