Mais típico que pinhão em festa junina

Mais típico que pinhão em festa junina

Essa é uma semente que tem seu auge nestes meses de festa

Pinhão é o tipo de coisa que a gente só lembra neste período.
Porque é nesses meses do outono brasileiro que ele tem seu auge e podemos colher e tirar das pinhas.
Então nós cozinhamos e transformamos em um sem número de receitas.
Mas vou aproveitar e usar o pinhão como minha curiosidade junina do dia.
Nas boas festas, encontramos o pinhão cozido.
Também temos doces e salgados que usam a semente como ingrediente.
Para começar, “Pinhão” é a designação genérica da semente de várias espécies de pinhas de araucárias.

Essas sementes não se encerram num fruto.

O pinhão se forma dentro de uma pinha fechada.
Com o tempo essa pinha abre até liberar o pinhão.
No Brasil, o termo pinhão geralmente designa as sementes da Araucária.
Essa é uma árvore de grande importância cultural, econômica e ambiental no Sul e Sudeste brasileiros.
Então, ao comprar, veja se os pinhões estão marrons, brilhantes, livres de rachaduras e manchas.

Porque, além de petisco junino, o pinhão faz bem à saúde.

Ele está na categoria das comidas de digestão longa, que dão sensação de saciedade por mais tempo e ajudam na perda de peso.
Além disso, são ricos em gorduras monoinsaturadas que reduzem o colesterol no sangue e removem o excesso de triglicerídeos do corpo.
Os pinhões são ricos em vitaminas B1, B2 e B3 e fibras, que ajudam a melhorar a digestão.
Ele também ajuda o corpo a desenvolver resistência contra agentes infecciosos e vírus.
Também são conhecidos por sua capacidade de retardar o processo de envelhecimento devido ao seu alto teor de antioxidantes.

Os pinhões contêm betacaroteno que é muito benéfico para a saúde dos olhos e da pele.

Ricos em proteínas, os pinhões fornecem uma fonte instantânea de energia e ajudam a reparar e construir os tecidos musculares.
A proteína é como um combustível que queima lentamente e fornece um impulso de energia de longa duração.
Mas, além de todos esses benefícios, pinhão é gostoso.
Antes de mais nada, faça um pequeno corte na ponta antes de colocar para cozinhar em água.
E faça isso na panela de pressão, como fazemos com as castanhas portuguesas.
Pinhões servem de ingrediente para purês.
Também pode ser feito em calda; colocado em farofas; tortas, como recheio de aves…
Enfim: sempre há uma receita para fazer com pinhão.

E para aqueles que, como eu, acham chato descascar pinhão, vejam esse pequeno vídeo aqui.

Aproveitarei a ocasião para dar uma receita que não estará na quermesse, mas ninguém vai reclamar se estiver na mesa.

Arroz com pinhão

Ingredientes

250 g de arroz
500 g de pinhões cozidos e descascados
1/4 de xícaras chá de azeite
2 xícaras chá de água
Sal a gosto

Preparação

Lave o arroz em água corrente, escorra e reserve.
Em uma panela, aqueça o azeite e junte o arroz.
Refogue-o até começar a pegar na panela.
Junte os pinhões picados, refogue por mais 1 minuto e tempere com sal.
Adicione a água quente, mexa bem e tampe a panela.
Abaixe o fogo e cozinhe até o arroz ficar macio.
Se necessário, acrescente mais água quente.

 

, ,