Mitos e Verdades sobre que nós comemos

Mitos e Verdades sobre que nós comemos

Estamos vivendo um momento perigoso, não apenas no Brasil, mas no mundo, em que mentiras são vendidas como verdades por pessoas a quem só interessa o lucro e a ganância (sei que são sinônimos). Mas não posso mais me calar vendo o uso absurdo de agrotóxicos que foram liberados e que estão matando animais, plantas, as abelhas polinizadoras, e poluindo o solo onde se planta, a água que bebemos, e o ar que respiramos.

Prometo que esse será um artigo simples, sem a pretensão de dizer que este ou aquele alimento tem que ser cortado de sua dieta, mas gostaria de chamar a atenção para algumas coisas. Na verdade vou brincar um pouco de caçadora de mitos e falar sobre alguns temas tão antigos quanto a própria alimentação fazendo uma brincadeira de verdadeiro ou falso.

Vamos às questões:

Os ovos aumentam o colesterol?

FALSO. Ovo não aumenta taxas de colesterol e ainda ajuda a perder peso. Embora a gema seja uma fonte de colesterol, não existe uma ligação direta entre a gema e o nível de colesterol. Ah! Aproveitando, o colesterol ruim não tem origem em óleos vegetais, frutas gordurosas como o abacate ou o coco, ou as castanhas. A origem desse tipo de colesterol é a gordura animal. Mas isso não significa que você pode se empanturrar de coisas fritas no óleo de Canola ou milho, porque isso pode causar outros males.

Pão Integral é melhor que pão branco?

VERDADE. Embora os dois pães sejam equivalentes em calorias (260 kcal a cada 100 g), os valores nutricionais são bem diferentes. O pão integral é rico em fibras, minerais e vitaminas. Além disso, dá uma sensação de saciedade mais longa, o que evita aquela fome nas horas seguintes e fazendo com que se coma menos pão.

Tomar café expresso impede de dormir?

VERDADE. MAS (sim é um grande MAS), a cafeína está presente no café, chá ou refrigerante e estimula o sistema nervoso, podendo causar um atraso na hora de dormir. Mas entre o expresso e o café filtro, prefira beber o expresso nas horas antes de dormir. O motivo? Ao preparar o expresso, o tempo de infusão é mais curto, ou seja não há tempo suficiente para que a água carregue as moléculas da cafeína. Assim, o expresso é mais escuro e mais forte no gosto, porém menos rico em cafeína que o café coado.

Macarrão engorda?

VERDADE E MENTIRA. Em excesso, claro, faz engordar, do mesmo modo que se empanturrar de pão ou outro carboidrato em excesso. Mas se o consumo for moderado as massas não engordam. É até o oposto. O corpo assimila lentamente os açúcares lentos (ou complexos) e retardam a sensação de fome. É ainda melhor preparar a massa do tipo integral e cozinhá-la al-dente. Ah! Em tempo: encher o macarrão de queijo e molhos gordos pode ter criado o mito de que a massa engorda, portanto, se estiver de dieta, dá uma maneirada nesses itens e prefira fazer molho de tomate com ingredientes frescos, ou alho e óleo só para dar um sabor.

 

O chocolate é um antidepressivo?

FALSO. Claro que comer um pedacinho de chocolate faz bem e reconforta . Nesse alimento há uma pequena taxa de serotonina (que influencia o bom humor). Então o chocolate é um prazer e não um remédio. No entanto, é com satisfação que o deixamos derreter na língua. Ou seja… Chocolate não é remédio, mas é irresistível.

Açúcar amarelo é melhor para a saúde?

FALSO. Quem diz açúcar diz sacarose. O açúcar branco (refinado) é composto de 99% de sacarose e o açúcar amarelo (demerara) entre 95% e 98%, o restante é água, minerais e material orgânico, o que dá seu aspecto natural. Mas esses elementos estão presentes em uma quantidade tão pequena que suas contribuições são insignificantes. Então ao escolher seu açúcar, privilegie o gosto e o critério decorativo. E nunca exagere. As coisas precisam ter sabor, e não é o açúcar que vai dar isso.

Legumes frescos são mais ricos em vitaminas que os congelados?

TALVEZ. A palavra chave é frescor, tanto para legumes quanto para frutas. Mas nem todos têm horta em casa e nem tempo, o jeito mesmo é comprar congelados. No entanto, a técnica de congelamento é muito importante para que não haja perdas nutricionais. Prefira comprar os alimentos já congelados (que formam cristais de congelamento menores) em detrimento dos congelados de forma caseira (que formam cristais de congelamento maiores). Isso porque, os legumes e frutas devem ser colhidos e imediatamente congelados pois o frio retarda o processo de degradação de vitaminas e minerais.