Se você ama pão, não maltrate o pão

Se você ama pão, não maltrate o pão

Erros cometidos na conservação do pão

Para quem lê meus pequenos artigos, já deve ter percebido que gosto de pão, dos mais diversos tipos, formatos e sabores.
Quem me conhece pessoalmente sabe que tenho um problema com pão, que se traduz no meu sobrepeso.
Mas não quero falar disso agora, e sim de diversas coisas que fazemos com o pão e não são muito boas.
Práticas que estragam suas melhores características.
Quero discutir alguns mitos a respeito de um dos alimentos mais antigos e mais sagrados da humanidade.
Poucos alimentos nos acompanharam de forma tão constante em nossas vidas como o pão.
Seguem minhas dicas para não maltratar esse alimento, que deveria ser mais constante nas mesas de todo o mundo!

1. Não deixe seus pães em um saco plástico

Se você quiser ter “pão dormido” e molenga em uma hora, essa é uma ideia de gênio.
Um bom pão, aquele que no Brasil é conhecido como “francês” ou “de sal” precisa ficar em um lugar onde possa ‘respirar’.
Uma gaveta de madeira, um saco de pano, uma vasilha de cerâmica.

2. Tire o miolo do pão para não engordar

Primeiramente, um pão não é uma fruta, cuja casca tem propriedades diferentes do miolo.
A crosta e o miolo do pão são feitos da mesma massa fermentada.
São os mesmos ingredientes e o cozimento não muda as propriedades da casca mais do que as do miolo.

3. Não guarde pão na geladeira

Aliás, só faça isso se for congelar o alimento para ser consumido após descongelamento e aquecimento (em forno convencional).
Mesmo que até os padeiros recomendem, o pão endurece na geladeira mais depressa do que se a pessoa deixar em temperatura ambiente.

4. Pão mais caro é pão melhor

Esse é um dos casos em que não se deve generalizar.
Todo pão tem um tipo e um tempo de fermentação que influencia na qualidade.
Quanto maior esse tempo, mais caro o produto.
Encurtar esse tempo permite que o padeiro termine o pão mais depressa, barateando o custo, mas perdendo em qualidade.
Alguns padeiros e empresas de pão andam apostando em fermentação natural, o que dá um pão muito gostoso.
Mas, atenção! Pães de fermentação natural têm vida mais curta. Olhe bem a data de validade!

5. Pão mais clarinho é que é bom

Normalmente, prefere-se um pão mais branco a um mais tostado. Talvez por acreditarmos que esse pão está mais macio, mas isso também depende do pão.  
Um que foi assado em forno de lenha, de longa fermentação, fica mais gostoso quando é mais tostado.

6. Não como pão, pois engorda

Algumas pessoas, mesmo as que não têm sobrepeso, condenam o pobre do pão como se ele fosse o carrasco da dieta.
Não existe alimento que, por si só, engorde.
O pão tem muita densidade calórica, mas não deve ser banido como o grande vilão.
A maior proporção de energia da dieta deve vir dos carboidratos, e o pão é rico neles.
Mas não faz mal algum em controlar a porção, que deve ficar entre 50 e 60 gramas por refeição.
Isso pode aumentar ou diminuir se levamos uma vida ativa ou menos se vivemos largados no sofá.
Aliás, tem uma piada que diz: “Pão não engorda, quem engorda é você”.

7. Hipertensos não devem comer pão por causa do sal

Recentemente os sindicatos ligados à panificação fizeram um novo acordo baixando os níveis de sal dos pães.
Entretanto há opções de pães com menos sódio, que podem ser consumidos por pessoas com problemas de hipertensão.

8. Tenha uma sacola para o pão

Sacolas para pão devem ser feitas de tecido.
Mesmo que os pães venham em sacos de papel, é melhor colocá-los nela para manter suas propriedades.

9. Pão integral tem gosto ruim

Se você se preocupa em comer de forma saudável, deveria fazer um esforço para comer pão integral.
Em termos de efeitos metabólicos, é mais saudável para o corpo ingerir um alimento integral com um menor índice glicêmico.
Mas, se você acreditar que vai emagrecer, veja as calorias em um pão comum e um integral. Não há diferença.
E, antes de comprar, veja se o pão usa farinha integral mesmo. Tem muita gente vendendo gato por lebre.

10. Não faço pão em casa porque é muito difícil

Fazer um croissant é trabalhoso (não é difícil), mas fazer um pão simples não tem muito mistério.
Já postei aqui uma receita de pão de cerveja que é super simples.
Não há segredo na verdade para a maioria dos pães.
Será preciso apenas um pouco de farinha, água, sal (ou açúcar)e fermento biológico.
Escolha uma receita, siga e espere pacientemente pela fermentação antes de assar.
Aliás, com o quilo de pão a 17 reais no mercado e na padaria, melhor mesmo é fazer em casa!