Sexta-feira é dia de comer peixe

Sexta-feira é dia de comer peixe

Prepare-se para uma caldeirada deliciosa

Primeiramente, vou explicar porque a maioria dos restaurantes colocam peixes e outras coisas no cardápio de sexta.
Obviamente este é um país que foi fundado sobre tradições do rito católico, que prega uma abstinência de carne vermelha às sextas-feiras, mas isso não é mais uma obrigação.
É claro que os praticantes ainda se abstêm de consumir isso e trocam por outros alimentos.
Por que na sexta-feira?
Porque tecnicamente é o dia da semana em que Jesus morreu por nossos pecados e isso seria uma espécie de expiação.
Porém, com ou sem obrigatoriedade, a tradição ficou.

Hoje em dia só a sexta-feira santa é realmente “sagrada” no sentido do jejum, abstinência e muito peixe.

Vou passar aqui uma receita que já não faço há algum tempo, confesso!
Mas isso é mais por conta do preço de alguns ingredientes e o desaparecimento de outros que me afastou dessa delícia.
Vieiras, por exemplo, só são encontradas em ótimas peixarias (peixaria meia boca não tem) e sob encomenda.
Mas, se você tiver acesso, é só mandar brasa!

Caldeirada de frutos do mar

 

Ingredientes

Para cada pessoa coloque:
50 g de castanha-do-Pará
100 g de tomate
50 g de vieiras
50 g de polvo
60 g de camarão
40 g de lula
50 ml de azeite de oliva
½ cebola
2 dentes de alho
20 g de pimentão vermelho
20 ml de azeite de dendê
30 ml de creme de leite fresco
25 ml de leite de coco
50 g de arroz arbóreo
1 colher de manteiga
½ tablete de caldo de peixe
30 g de parmesão ralado
½ xícara de vinho branco
Sal, pimenta, coentro e cebolinha a gosto.

Modo de preparo

 

Asse as castanhas no forno.
Doure a cebola na manteiga e acrescente o arroz para refogar.
Adicione o vinho aos poucos e o caldo de peixe, mexendo sempre.
Quando o arroz estiver pronto, junte as castanhas e o creme de leite.
Salgue e apimente.

Caldeirada

Aqueça o azeite de dendê e de oliva na frigideira.
Junte o camarão, o pimentão cortado em cubos pequenos, o sal, a cebola e o alho.
Adicione o polvo, as lulas e, por último, as vieiras.
Frite tudo.
Acrescente o leite de coco, corrija o sal e salpique com coentro e cebolinha.