Ora-pro-nobis a planta coringa na cozinha, na farmácia

Riquíssima em nutrientes, essa planta serve para quase tudo!

Pereskia aculeata, mais conhecida como ora-pro-nobis (Orai por nós em latim), é uma planta derivada dos cactos folhosos, bastante rústica, perene, que se desenvolve bem em vários tipos de solo, tanto à sombra como ao sol e é muito usada em cercas vivas. Mas suas folhas e frutos, que são bagas amarelas e redondas, também servem como alimento, sendo muito usadas na produção de mel.
Natural do continente americano, a ora-pro-nobis é encontrada desde o sul dos Estados Unidos e Caribe até a Argentina. É planta resistente à seca e, no Brasil, aparece mais comumente nos estados do Maranhão, Ceará, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro.

Diz a lenda que as pessoas colhiam suas folhas no quintal de um padre, enquanto este rezava o “Ora pro nobis”

 

Muito ricas em ferro, as folhas da ora-pro-nobis ajudam a curar anemias e podem ser usadas frescas em receitas de refogados, ou secas e moídas, como no preparo da farinha múltipla, um complemento nutricional usado no combate à desnutrição. Ricas em mucilagem, as folhas contribuem para o bom funcionamento do intestino.
As folhas e flores da ora-pro-nobis são ingredientes de diferentes receitas de sopas, omeletes, tortas e refogados, sendo muito usadas na culinária mineira, onde a planta é muito conhecida. Em Sabará tem até festival anual do Ora-pro-nobis.
Cruas, as folhas podem ser consumidas em saladas; desidratadas e trituradas, podem servir para enriquecer a farinha usada no preparo de massas e pães. As folhas secas contêm 25,4% de proteínas, razão pela qual a planta é conhecida como “carne de pobre”. Como é muito digestiva (com índice de 85%), a planta é indicada para afecções do estômago e intestinos.
Ora-pro-nobis contém teores elevados de aminoácidos, com destaque para a lisina, cujo teor, é superior ao do milho, da couve e do espinafre. Suas folhas também são ricas em vitaminas A, B e C, ferro, magnésio, cálcio e fósforo.
Acredita-se que o cultivo em larga escala, com processamento industrial, da ora-pro-nobis vai revolucionar a produção de alimentos e também a indústria de ração animal, podendo até ser usada in natura e fornecendo nutrientes essenciais.

Cultivar ora-pro-nobis pode salvar vidas

Por todas as qualidades dessa planta, o cultivo tem aumentado no País e também seu uso, não apenas como complemento alimentar, mas por chefs de cozinha renomados, que estão descobrindo usos e receitas todos os dias. A espécie tem flores brancas com miolo alaranjado e folhas médias e suculentas, sendo que tudo nela serve de alimento.
Na medicina popular, elas são indicadas para aliviar processos inflamatórios e na recuperação da pele em casos de queimadura.
A ora-pro-nobis propaga-se por meio de estacas plantadas em solo fértil enriquecido de matéria orgânica. Depois de enraizada, é transplantada para o local definitivo. Em épocas de chuva pode ser plantada diretamente no local definitivo. Seu desenvolvimento é lento nos primeiros meses, mas, após formação das raízes, tem o crescimento bastante acelerado.
De fácil manejo e adaptação a diferentes climas e tipos de solo, produtiva e nutritiva, a ora-pro-nobis é uma boa alternativa para produtores iniciantes no cultivo de hortaliças, além de poder ser plantada em quintais e jardins de residências.
Na idade adulta, sua estrutura em forma de arbusto se transforma em uma excelente cerca viva, tanto para ser usada como quebra-vento quanto como barreira contra predadores ou o calor. A existência de espinhos pontiagudos nos ramos inibe o avanço de invasores.

11 thoughts on “Ora-pro-nobis a planta coringa na cozinha, na farmácia

  1. É muito fácil de plantar! Minha afilha tem no quintal e é excelente cerca viva! As folhas podem ser comidas refogadas. Servem de recheios para empadinhas e empadões rsrs

  2. Maravilhosa matéria Rita Palladino.Muito apropriada para oa dias de hoje. Você como sempre ampliando o nosso conhecimento em vários temas.Eu não conhecia esta planta, mas passamos a usá-la quando meu pai teve leucemia.Minha mãe usava no preparo da comida.Esta planta é muito boa e eficaz. Parabéns pela ótima matéria, Rita!!!Muito sucesso.Você merece!!!

Deixe seu Comentário Respeitoso

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *