Uma receita de Corpus Christi

Uma receita de Corpus Christi

O que é este dia?

Corpus Christi é um dia santo para muitos cristãos.
Uma celebração da Eucaristia, da presença do Cristo na hóstia consagrada.

Amanheci ouvindo “Cálix Bento”, na voz esplêndida de Milton Nascimento.

Curso de cosméticos naturais e veganos
Faça seus cosméticos, se trate e ganhe dinheiro!
Então tomarei café e andarei.
Depois vou à igreja do bairro, assistir um pouco das celebrações.
Queria mesmo é fotografar nossos humildes tapetes para a pequena procissão.
Não se preocupem, pois postarei as melhores fotos dos tapetes.

A sombra no chão é minha!

Esses tapetes são de antes da pandemia.

Agora os fazemos com agasalhos e cobertores.

Depois eles serão doados aos que precisam, higienizados e prontos para o uso.

Mas o feriado religioso é mais do que lembrar aos católicos a celebração de um sacramento: a hóstia consagrada.

É lembrar que a fé não existe sem as boas obras.

Que não adianta comungar achando que se livra, com isso, de todas as coisas.
Não se trata de pecado original, se trata dos que cometemos todos os dias.
Antes de mais nada trata-se do que fazemos para prejudicar os outros.
No dia de hoje, gostaria de lembrar a todos os que professam uma fé:
Precisamos olhar mais para o outro e ver as reais necessidades das pessoas, antes de olhar para as nossas.

Misericórdia não se dá para quem merece, mas para quem precisa.

Então, antes de passar receita, esse não é um dos feriados em que comemos peixe e pescados.
Mas é uma receita bacana que pode ser feita hoje, ou em qualquer dia do ano.
Adoro!!!

Mini cuscuz de camarão

Ingredientes

Quatro xícaras de farinha de milho

Uma xícara de farinha de mandioca

1/4 de xícara de azeite

500 g de camarão médio limpo, sem casca e sem cabeça.

Sal e pimenta vermelha fresca a gosto
Suco de um limão

Dois dentes de alho e uma cebola grande picados

Cinco tomates médios picados ou 1 lata de tomate pelado

Duas xícaras e meia de caldo de camarão (ferva as cascas e as cabeças do camarão, coe e reserve);

Duas colheres (sopa) de coentro picado e duas de salsinha picada

1/2 xícara de ervilha mais 1/3 de xícara para decorar

Uma xícara de rodela de palmito

10 tomates-cerejas cortados ao meio

Preparação

Primeiramente, misture as farinhas de milho e de mandioca em uma tigela e reserve.

Depois, em uma panela funda, aqueça o azeite.

Junte os camarões, temperados com sal, pimenta e suco de limão.
Então refogue em fogo alto por cinco minutos.
Retire-os com uma escumadeira e reserve.
Adicione à panela o alho e a cebola e refogue (se necessário, com mais azeite) até começar a dourar.
Depois, acrescente o tomate e o caldo de camarão, cozinhando por mais dez minutos para encorpar o molho.
Mas lembre-se: é um molho e não um purê.
Tem que ser consistente mas não grosso demais.
Então tempere com sal e pimenta vermelha.
Junte os camarões (reserve 15 deles para decorar), o coentro e a salsinha.
Baixe o fogo e adicione aos poucos a mistura de farinha ao refogado.
Mexa vigorosamente para não empelotar, até desgrudar do fundo da panela.

Mas não deixe grosso demais pois há ingredientes para misturar.

Junte a 1/2 xícara de ervilha e o palmito.
Deixe amornar.
Unte 15 forminhas de sete centímetros de diâmetro.
Depois decore com os camarões, o restante da ervilha e o tomate-cereja.
Preencha com o cuscuz, apertando com as costas de uma colher.
Desenforme e coma!