Bolos lêvedos dos Açores: um pão de frigideira

Bolos lêvedos dos Açores: um pão de frigideira

Esse nome estranho aí em cima é apenas a designação original de um pão de frigideira.

É uma receita ótima para aqueles dias em que queremos ter um tipo de pão diferente à mesa.

Isto é: Algo para acompanhar os pratos com molho que eu adoro fazer.

Receitas de Amigurumis
Mais de 4500 modelos passo a passo.

Então: esse “bolo fermentado” também é ótimo para um café da tarde.

Aliás, quentinho e acompanhado de manteigas e geleias,, é uma delícia!

E é tão fácil de fazer, já que não vai ao forno, que você vai deixar de passar todo dia na padaria para levar pão para casa.

A receita vem de um livro português que só Deus sabe por que eu tenho em casa.

Não lembro se comprei em um sebo, ou se herdei junto com uns livros de família.

Mas não se preocupem, porque já “traduzi” os nomes de ingredientes e medidas direto para o português falado no Brasil.

Ingredientes

500 g de farinha de trigo

125 g de margarina ou manteiga

125 g de açúcar

20 g de fermento biológico (prefira o fresco)

200 ml de leite

Raspa de limão

Dois ovos

Preparação

Peneire a farinha para uma tigela e faça uma cova no meio.

Junte o açúcar, os ovos, a margarina e comece a misturar, dissolva o fermento no leite morno e acrescente à farinha.

Amasse e sove a massa muito bem.

Deixe fermentar em local aquecido até dobrar de volume, e tape bem.

Faça bolas do tamanho de uma laranja e disponha em tabuleiros ou panos polvilhados com farinha.

Então deixe repousar por mais 30 minutos.

Pegue em cada uma das bolas e vá achatando tipo panqueca.

Polvilhe uma frigideira antiaderente e deixe cozinhar em fogo muito brando de um lado e do outro até dourar.

 

,

Uma resposta para “Bolos lêvedos dos Açores: um pão de frigideira”