Ervas aromáticas curam, perfumam e temperam

Ervas aromáticas curam, perfumam e temperam

Conhecidas desde a antiguidade e muitos utilizadas pelas suas virtudes medicinais, algumas ervas aromáticas têm outras utilidades.
Elas são ingredientes para óleos essenciais e remédios.
Ah! Também estão nas cozinhas do mundo todo, temperando a nossa comida e fazendo a festa dentro de nossas bocas.

Em países como o Brasil, no qual as estações do ano não são bem definidas, essas ervas são quase perenes.

Temos uma certa entressafra quando o frio é mais intenso.

Como gosto de dar ideias para plantio, informo que elas podem ser plantadas em jardins e hortas.

Elas se dão bem também em pequenos espaços, como varandas e áreas de serviço, plantadas em vasos.

Aliás, nada melhor que ter umas ervas frescas para usar nas receitas.

Neste artigo, falarei brevemente do manjericão, do tomilho e da cebolinha.

Quero inspirar pessoas a plantar essas ervas e utilizar mais em seus pratos.

Manjericão, o aroma das noites quentes

De origem Indiana, o manjericão atravessou as terras asiáticas e egípcias para chegar finalmente ao Mediterrâneo, onde se instalou.
Símbolo da culinária da Itália e da Provença (região francesa), esta planta tem o dom de perfumar qualquer alimento.
Como pode ser cultivada em vasos, encontramos o manjericão o ano todo no Brasil.
Até se tiver uma varanda dá  para manter um vaso com manjericão fresco.
Apenas fique ciente que a planta não gosta de sol direto nem frio intenso.

Além de ser um ótimo ingrediente culinário, o manjericão também é um aliado da saúde.

Rico em Vitaminas A e C, o manjericão também é fonte de fósforo e cálcio, os aliados no desenvolvimento dos tecidos ósseos.

 

O cheiro doce do Tomilho

 

O tomilho é uma erva de aroma doce, que se espalha no ar nas noites quentes.
Isso, por si só, já é o bastante para querer plantar no jardim.

Mas o tomilho é mais que só um cheiro.

Ela tem sabor pronunciado e muitas virtudes medicinais.
Existem centenas de variedades desta planta e cada tipo possui aroma, forma, cor de flores e folhas diferente.
Originário do sul da Europa, o tomilho é ingrediente básico da culinária provençal.
Antigamente o tomilho não era usado na cozinha.
No Egito por exemplo, usavam-no para embalsamar os mortos, e na Grécia como água de colônia.

Foi apenas no século XVI que ele foi introduzido na cozinha.

Hoje em dia encontramos tomilho seco em todos os mercados.
Mas o melhor mesmo é ter um vaso com algumas variedades para colher folhas frescas e aromatizar toda a casa.
Fica perfeito em molhos, em cozidos, no frango assado etc.
Na saúde, há muitos estudos que dão conta do quanto essa erva é benéfica.

Alivia o cansaço e a anemia.

Auxilia a circulação sanguínea e alivia tensões e contrações musculares.
Combate a má digestão e auxilia as funções intestinais.
 
Se você não plantou, mas comprou folhas de tomilho frescas no mercado, conserve.
Depois de lavado e seco penha em um saco plástico dentro da gaveta de verduras da geladeira.
Você pode também picar as folhas e colocar com água em formas de gelo para manter no congelador/freezer.

A versatilidade da cebolinha

Uma das plantas aromáticas mais usadas na cozinha, a cebolinha dá um sabor sutil às receitas.
Aliás, fica uma maravilha quando misturado ao creme de leite ou queijo fresco.
Use para temperar seu cream-cheese, junto com um pouco de azeite.
Cebolinha é ótima em saladas de folhas e em vinagretes.
E fica ótimo em pratos quentes.
Use no final do cozimento para não perder a cor, nem o sabor e os nutrientes.
Dará um gostinho todo especial aos seus peixes, carnes (sobretudo as aves) ou até aos legumes.
Mesmo sendo fácil de encontrar nas feiras e mercados, plantar cebolinha é ter em mãos uma erva fresca e cheirosa.
Compre o vaso com a erva já plantada se não tiver boa mão para a horticultura.
A cebolinha não requer cuidados difíceis para crescer bem.

Se tiver uma varanda, pode deixar no vaso mesmo.

Escolha um ligeiramente mais largo para que a planta se desenvolva bem e coloque na meia sombra.
Para cuidar da cebolinha é muito simples: quando a terra estiver seca, regue.
Corte frequentemente as folhas para estimular o crescimento de novos brotos.
Quando o inverno chegar, pense em proteger a planta do frio.
Na área de saúde, a cebolinha apresenta praticamente os mesmos nutrientes da cebola, porém tem maior quantidade.

Cebolinhas têm Cálcio, Fósforo e Betacaroteno, que protege nossa derme contra os raios solares.

Meu conselho é: use mais ervas na sua comida e deixe de lado os temperos industrializados.

Você terá mais sabor na sua vida e mais saúde também!



Uma resposta para “Ervas aromáticas curam, perfumam e temperam”